terça-feira, 12 de julho de 2011

VENTO FORTE

O Vento tateia o meu rosto.
Sussura no meu ouvido.
Diz que voa pelo planeta
e no mar vai se banhar.
Na tentativa de encontrar aquela
que sua foi um dia.
Vento forte.
Sudoeste. Noroeste.
Volte do Alto Mar
e venha para a areia da praia.
Para comigo brincar,
acariciar
e nos meus desejos,
talvez, quem sabe,
os teus desejos encontrar.

2 comentários:

Robson Ojuarah disse...

gostei dos versos, parabéns

se possível, visite meu blog

www.semente-terra.blogspot.com

Dídimo Gusmão disse...

Prezado amigo,

Estou deixando este recado, pois adorei ler teus escritos no blog.
São muito bons! Gostei muito. Vou passar sempre por aqui, para ler às novidades.
Aproveitando, deixo o endereço do meu. Caso tenha uma pontinha de curiosidade sobre o que escrevo.

http://didimogusmao.blogspot.com.br/
Desde já um abraço.