sexta-feira, 29 de agosto de 2008

VIAGEM NO TEMPO*

Toda vez que contigo converso,
volto o ponteiro do relógio para trás.
Até um tempo remoto
que de mim não se esvai.
Através de ti vejo a Infância,
e como ela era feliz em ti.
Muitas vezes eu não a entendia,
por não saber como vivê-la.
E, tu,a garota gorduchinha de cara amarrada,
sabia dela fazer uma companhia,
uma amiga, uma irmã.
Tu soubeste com ela brincar
e proveito tirar.
Ou melhor, tu a viveste intensamente,
sabiamente.
Curtiste cada gota de mel que te lambuzava.
Cada boneca a ti presenteada.
Cada colega que contigo brincava.
E eu não via como um sentimento deste
modificava as pessoas,
fazia delas algo de especial,
fazia delas algo importante e natural,
fazia delas uma criança
radiante e imortal.
* Poesia dedicada a Edilane Santos Amaral, minha irmã.
Publicado no Recanto das Letras em 29/08/2008
Código do texto: T1151682

Um comentário:

edilane disse...

Viajar e lembrar coisas boas é o que nos faz aprender pelo AMOR!!! TE AMO DE MONTÃO !!!!